Os centros de formação arrancam hoje e as Igrejas no dia 24 de Junho!

O decreto presidencial que define as regras de funcionamento dos serviços publicos e privados durante o estado de calamidade, com vista â prevenção e a mitigação da COVID-19, prevê três fases distintas :entre 26 de Maio e 8 de Junho, de 9 de Junho a 28 de Junho e a partir de 29 de Junho.

Para todos que tem esperado o fim do estado de emergência para retomar a economia, sentiu um grande alivio das restrições.

O documento, começa por falar das regras genéricas. como a obrigação do uso da mascara facial em locais fechados com concentração de pessoas, o dever cívico de recolhimento domiciliar e a obrigação do cumprimento do distanciamento físico e da existência de solução de higienização a entrada dos serviços e estabelecimentos públicos.

Determina ainda a obrigação de realização de controlo da temperatura à entrada dos serviços e dos estabelecimento de acesso publico e do cumprimento das das recomendações sanitárias, bem como o confinamento obrigatório para as pessoas doentes  e em vigilância activa e obrigação de notificar as autoridades.

A higienização rewgular dos espaços publicos e privados , a disponibilização de meios de bio-segurança por partes de toas as entidades empregadoras, a sensibilização para o cumprimento das regras das lavagens das mãos de forma correcta e uso obrigatorio da mascara facial e outras regras.

Quanto as medidas especificas o documento determina que a nivel do funcionamento dos serviços publicos, a partir de 26 de Maio, está previsto para a mobilização de 50% da força de trabalho, e que a partir de 28 de junho passa para 75%, a partir do dia 29 de Junho está previsto o restabelecimento total.

Em Luanda só no dia 29 de Junho passará para 75%, sendo o restabelecimento total está previsto para 13 de Julho.

ENSINO

Para o ensino, o executivo decidiu começar a abrir o ensino superior e secundário no dia 13 de Julho, isto se a situação epidemiologia permitir e ao decorrer do tempo, abrirão o ensino primário, que será no dia 27 de Julho.

Os centros de formação, reabrem a partir de 25 de Maio, hoje.

ACTIVIDADES RECREATIVAS E RELIGIOSAS

As actividades recreativas, culturais e de lazer na via publica ou em espaço publico serão retomadas, mas em três fases : a partir de 9 de Junho, voltam a abrir os museus, mas bibliotecas, as mediatecas, monumentos e estabelecimentos similares só a partir de 13 de Julho.

O acesso a praias e outras zonas balneares estão condicionadas ao inicio da época balnear, tal como o funcionamento de clubes navais e marinhas, para fins recreativos.

Já as actividades religiosas podem ser retomadas a partir do dia 24 de Junho, mas com limitação de até 50% da capacidade dos locais de culto. A realização de cultos estão autorizados quatro dias da semana, sendo os restantes dias servem para higienização do local de culto.

Os centros de formação arrancam hoje e as Igrejas no dia 24 de Junho

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here